Você está aqui: Página Inicial
Flávio Ferreira

Flávio Ferreira

Graduado em Ciências Sociais (Licenciatura Plena e Bacharelado em Sociologia) pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN; Mestre em Antropologia Social - PPGAS / UFRN; Doutor em Ciências Sociais pela UNICAMP. Possui experiência de pesquisa nas áreas de Sociologia e Antropologia, com ênfase em Antropologia Social, atuando principalmente com os seguintes temas: identidade, etnicidade, festa, religiosidade, patrimônio imaterial, família, Estado e grupos de apoio à adoção de crianças.

Área de Atuação:
Sociologia
Campus:
Canguaretama
Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/5928776388071995

Avisos

  • Conheça o Observatório da Diversidade :

    O observatório tem como objetivo de agregar, fomentar e divulgar experiências, relacionadas à educação e à diversidade, sob os diferentes aspectos, além de apoiar, fomentar e assessorar grupos de investigações, projetos de pesquisa e extensão, cursos de formação inicial e continuada no que diz respeito às políticas, gestão, currículos, práticas pedagógicas e tecnologias educacionais.

    Cabe ainda ao Observatório produzir informação e conhecimento, bem como, atuar sobre os desafios da proteção e promoção da diversidade sociocultural do Rio Grande do Norte, em particular na microrregião Litoral Sul, onde se encontra o Campus Canguaretama do IFRN. Busca intervir na realidade a fim de construir e mediar competências políticas, pedagógicas e culturais de permanência e reprodução física das coletividades.

    O Observatório da Diversidade tem a sua logística física e virtual alocadas no Campus Canguaretama do IFRN, o qual desenvolve diferentes atividades relacionadas à educação e à diversidade, numa perspectiva interdisciplinar e transversal, cotejando temas e áreas como políticas públicas, sustentabilidade, turismo, meio-ambiente, pluralidade, identidade étnica, sexualidade, entre outros.

    A Diversidade sociocultural é entendida como elemento estruturante de identidades coletivas abertas ao diálogo e respeito mútuos. “Cabe-lhes o direito e o dever de zelar pela diversidade, sem ceder à tentação da preservação pura e simples do que já existe, nem à da criação de um patrimônio único comum. É menos função do isolamento dos grupos que das relações que os unem” (LÉVI-STRAUSS, 1973, p. 18).

    “A diversidade é algo vivido, experimentado e percebido, gozado ou sofrido na vida cotidiana” (PIERUCCI, 1999, p. 33). A diversidade está relacionada à etnia, cor, raça, gênero, sexualidade, religião, geração, classe social, modos de vida, entre outros aspectos que contribuem para a inclusão e a afirmação de direitos histórica e politicamente negados a diferentes sujeitos, como os indígenas, os quilombolas, os ciganos, entre outros.

     

    http://portal.ifrn.edu.br/campus/canguaretama/observatorio-da-diversidade/principal

    Modificado em 08/05/2015
  • Dia da Consciência Negra:

    Cine-Debate com exibição do filme "Besouro" (dia 20 de novembro de 2012)

    Modificado em 29/10/2012

Atividades recentes